Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

Versos escritos

Queria escrever um verso Falando de solidão, dor ou amor Estou sem palavras, eu confesso De tanto chorar meu coração se afogou.

Admirador

Do esplendor ilimitado dos raios ardentes Que as estrelas expandem em formosuras Estrelas brilhantes, relíquias puras Oh! Céu deslumbrante e fascinante seja eternamente.

em certos momentos NADA É TUDO

Quando achamos que somos capazes de realizar sonhos Tudo nos leva a desanimar e nada nos encoraja.

Quando queremos lutar por alguma coisa Tudo é complicado e nada é facilitado.

O amor

Fantástico e desejado por todos Estar a serviço das emoções Em cada vida, demonstram sensações.

Covardia

É a renúncia a coragem É aceitar sem lutar É viver a se machucar Como rio como lixo nas margens.

Felicidade

É dom firmado em preencher os momentos É bem comum dedicado a servir É sorriso certo na incerteza do sentir É sentimento puro sobre saindo nos lamentos.

Simples poesia

Os traços poéticos contidos em meus versos São meus sentimentos personificados Sentimentos puros e qualificados Talvez exagerados, confesso são modestos.